Imprimir Esta Receita

Print Friendly and PDF
Mostrar mensagens com a etiqueta Natal. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Natal. Mostrar todas as mensagens

Broas Castelares

Esta é a receita tradicional de família que utilizamos para as broas castelares. Esta receita dá para 90 broas, que são devoradas num ápice.

Ingredientes:
1Kg de batata doce
1.200Kg de açúcar
200g de amêndoa pelada e ralada
3 colheres de sopa de mel
600gr de farinha de milho
120g de farinha de trigo
5 ovos
Raspa de 1 laranja
Raspa de 1 Limão
3 gemas de ovo

Preparação
Cozer a batata doce com casca, deixar arrefecer e retirar a pele. Triturar e colocar num tacho grande juntamente com o açúcar, mexer até levantar fervura. Depois adicionam-se os restantes ingredientes, envolver bem a mistura e mexer muito bem.Retirar do lume e deixar arrefecer.
Depois tendem-se pequenas bolas e dá-se-lhes o formato de broa. Pincelam-se com gema de ovo e vão ao forno muito quente ± 20 minutos.
Deixar arrefecer e guardar numa caixa plástica, tem uma duração de várias semanas.
>

Filhoses de Forma

As filhoses de forma tornam sempre a mesa de Natal mais bonita e elegante. Mas existem uma série de factores que deverão ser tidos em conta na hora de confeccionar esta receita. Não é tão fácil como parece, aqui deixo algumas dicas que deverão ser sempre seguidas, porque mais importante que os ingredientes é o modo como fritamos as filhoses, poderá ser um sucesso ou um enorme desastre! Falo com experiência da causa: A primeira vez que fiz estas filhoses foi um autentico desastre!

Dicas:
  • o óleo deverá estar bem quente, mas não demasiado quente, para que não queime as filhoses
  • as formas antes de irem à massa deverão ser mergulhadas no óleo já quente, caso contrário as filhoses não desenformam
  • após mergulhar a forma no óleo, deveremos ter um prato com papel de cozinha para absorver o excedente do óleo que vem na forma, se não fizermos este processo o excesso de óleo não deixa que a massa agarre à forma
  • a forma deve ir quente à massa, mas não demasiado quente. Se for demasiado quente coze a massa antes de ir a fritar
  • deveremos mergulhar a forma na massa de modo a que a massa não cubra toda a altura da forma, senão será impossível tirar a filhós no final
  • quando levamos a forma com a massa a fritar deveremos abanar ligeiramente para que a filhós se solte da forma.

Ingredientes:
130 gr farinha sem fermento
1 pitada de sal
1 pitada de canela em pó
3 ovos grandes
1,25 dl leite
2 colheres de sopa de rum
raspa de 1 laranja
Óleo para fritar

Preparação:
Bater os ovos com o leite, adicionar a farinha já misturada com a canela e o sal e bater bem. Adicionar o rum e a raspa da laranja e mexer. Levar ao frigorífico durante 1 hora ou mais se preferir.
Aquecer o óleo, quando este estiver quente colocar a forma dentro durante alguns segundos. Passar a forma pelo papel de cozinha e colocar na massa, sem mergulhar completamente. Levar a fritar e ir abanando para que a filhós se solte. Colocar as filhoses numa travessa com papel de cozinha para escorrer o óleo.
Servir com açúcar e canela ou regar com calda de açúcar aromatizada, que foi o que utilizei e ficou muito boa. (em breve publicarei receitas de caldas para doces de Natal)
>

Filhós de Cenoura

Uma Filhó ou Velhóz ou Fritos ou Filhós (plural: filhós ou filhoses), é uma especialidade gastronómica Natalícia Portuguesa. É feita com farinha e ovos, por vezes também com abóbora ou cenoura e raspa de laranja, que após a levedura é frita e servida com uma mistura de açúcar e canela em pó ou com uma calda de açúcar. 
Este doce é também muito popular em algumas regiões do nordeste brasileiro, sobretudo no período do Carnaval.

Ingredientes:
1,5Kg de Cenoura
3 ovos
Raspa de 2 laranjas
1 pacote de fermento em pó
500g de farinha
Sumo e raspa de 1 laranja
50 ml de rum
Sal q.b.
Óleo para fritar

Preparação:
Descascar e cortar aos quartos as cenouras, colocar numa panela com água e sal e deixar cozer até ficar muito bem cozida.
Colocar a cenoura num escorredor com um pano e deixar a escorrer até ficar sem água.

Passar a cenoura num passe-vite ou no robot de cozinha, de modo a que não fique com grumos.
Juntar a raspa de laranja, o sumo de laranja, a aguardente, uma pitada de sal, o açúcar, os ovos um a um e a farinha misturada com o fermento e amassar tudo muito bem. quando estiver amassada polvilhar com farinha e fazer uma cruz com a mão, este procedimento servirá para verificar a levedura da massa.
Tapar o alguidar com um pano e deixar repousar em local morno durante ±2 horas, a massa estará levedada se a cruz feita anteriormente deixar de estar visível e a farinha tiver sido absorvida pela massa.
Para fritar:
Fritar colheradas de massa em bastante óleo quente.
Para testar o óleo fazer uma filhós primeiro, para ter a certeza que está quente o suficiente. A partir daí, com uma colher colocar pequenas "bolinhas" de massa a fritar (utilizar uma colher para tirar a massa do alguidar e outra para ajudar a tirar a massa da colher e cair para o óleo).
Quando estiverem douradas, virar.
Colocar as filhoses num prato com papel absorvente.
Poderá servir polvilhadas com uma mistura de açúcar e canela, ou com algumas das caldas e xaropes Natalícios.


Fatias douradas / Rabanadas em Calda de Açúcar

Esta é uma versão sem o óleo habitual.

Ingredientes: 
1 pão tipo cacete com 2 dias
± 6 ovos
1 litro de água
500gr de açúcar
1 casca de limão


calda:
0.5l de água
200grs de açúcar
1 casca de limão
1 pau de canela
1 estrela de anis
1  colher se sopa de mel

Preparação:
Calda:
Colocar todos os ingredientes ao lume e deixar engrossar, reservar.
Rabanadas:
Cortar o pão em fatias da grossura de um dedo, a seguir bater os ovos com um garfo.
Levar a água, a casca de limão e o açúcar ao lume ate ferver.
Assim que a calda esteja a ferver passar as fatias de pão pelos ovos batidos e levar a fritar, virando as fatias dos dois lados. Assim que esteja frita colocar numa travessa ou prato fundo. Repetir a operação quantas vezes necessitar até acabar o pão.
Poderá optar por regar as Rabanadas com a calda ou colocar a calda ao lado destas e cada um poderá optar por Rabanadas com calda, com açúcar e canela ou simples. Cá em casa optaram por mergulhar as fatias directamente na calda, são uns gulosos! J

>

Rabanadas / Fatias Douradas

Desta vez não especifico as quantidades certas dos ingredientes, porque tudo depende do tamanho do pão, as quantidades serão assim apenas orientativas, apenas terá que aumentar a quantidade à medida que falte.

Ingredientes: 
1 pão tipo cacete com 2 dias
± 0.5l de leite
± 6 ovos
açúcar a gosto
canela a gosto
casca de limão
1 pau de canela
óleo

Preparação:
levar ao leite ao lume com a casca do limão e o pau de canela a aromatizar, deixar ferver e retirar do lume e reservar.
Misturar o açúcar com a canela, para polvilhar as fatias douradas assim que sejam fritas.
Colocar o leite num prato de sopa assim como os ovos.
Cortar o pão em fatias da grossura de um dedo, a seguir bater os ovos com um garfo.
Levar o óleo ao lume, não deixe aquecer em demasia.

Assim que o óleo esteja quente, passar as fatias de pão primeiro pelo leite e a seguir pelos ovos, levar a fritar, virando as fatias dos dois lados. assim que esteja frita colocar numa travessa com papel de cozinha no fundo. Repetir a operação quantas vezes necessitar até acabar o pão. 

Enquanto as fatias estão a fritar mudar as que estão na travessa para um prato de servir e polvilhar com o açúcar e canela, como as Fatias douradas ainda estão quentes, o açúcar acabará por derreter e formar uma calda húmida e doce.


>

Coroa de Natal

Ainda que este este seja um blog culinário, hoje vou mostrar como fiz a Coroa de Natal para pendurar na porta de entrada. Contei com a ajuda das filhotas e passámos uns momentos bastante divertidos, especialmente quando levantámos a coroa e os enfeites que colocaram caíram todos! É uma coroa a custo zero, porque tudo o que utilizei foram ramos de arbustos e enfeites antigos que já não usamos. Bem... o cordão para atar tive que comprar... :-)

A seguir as fotos com uma breve explicação:

Fazer um circulo com vides (ramos de videira)


Forrar as vides com ramos de arbustos

Adicionar raminhos com as bolas vermelhas (não sei o nome...)


Juntar o azevinho

Colocar os enfeites que já não usamos




Pendurar - atar um cordão à coroa, passar por cima da porta e atar por dentro

Não ficou Linda? Feliz Natal a todos!!
Carla

Filhoses de Abóbora da Rosa

Recomendo estas filhoses, a Rosa trouxe para o trabalho e não sobrou nenhuma! Fofinhas e muito saborosas!


Ingredientes:
1500g de abóbora limpa de casca e sementes
3 ovos
Raspa de 2 laranjas
100g de açúcar
10g de fermento de padeiro (± meio cubo do fermento à venda no super mercado)
600g de farinha
2dl de sumo de laranja
50 ml de aguardente
Sal q.b.
Canela em pó q.b.
Açúcar polvilhar
Óleo para fritar

Preparação:
MASSA
Descascar e tirar as sementes à abóbora. Cortar aos bocados, colocar numa panela com água e sal e deixe cozer durante 30 minutos até ficar muito bem cozida.
Colocar a abóbora num escorredor com um pano e deixar a escorrer de um dia para o outro (de preferência, para a abóbora ficar sem água).
No dia seguinte dissolver o fermento no sumo de laranja.
Colocar a abóbora num alguidar e desfazer com a batedeira com as varinhas em espiral. Juntar a raspa de laranja, o sumo de laranja com o fermento, a aguardente, uma pitada de sal, o açúcar, os ovos um a um e a farinha, amassar tudo muito bem.
Se a massa estiver muito mole, acrescentar um pouco mais de farinha e envolva.
Tapar o alguidar com um pano e deixar repousar em local morno durante 2 horas - dica: aquecer o forno aos 40ºC, desligar, e depois colocar lá o alguidar da massa com a porta entreaberta.
A massa deverá ficar com buraquinhos.
FRITURA
Fritar colheradas de massa em bastante óleo quente.
Para testar o óleo fazer uma filhós primeiro, para ter a certeza que está quente o suficiente. A partir daí, com uma colher colocar pequenas "bolinhas" de massa a fritar (utilizar uma colher para tirar a massa do alguidar e outra para ajudar a tirar a massa da colher e cair para o óleo).
Quando estiverem douradas, mas não muito, virar.
Colocar as filhoses num prato com papel absorvente. Só depois passar pelo açúcar/canela e então dispor no outro tabuleiro.Não sobrepor as filhoses para não ficarem "ensopadas" em óleo. Perderão a maior parte do óleo no primeiro tabuleiro (convém ir trocando o papel absorvente) e depois o restante no outro tabuleiro. 
Numa taça, misturar o açúcar com a canela.
Polvilhar as filhoses com a mistura e colocar num prato de servir.






Bolo Rei Tradicional

Se quiser fazer um bolo rei este Natal, deverá começar logo pela manhã, uma vez que tem vários processos de levedação. Sim, dá algum trabalho, mas fica uma delicia e é um orgulho ver que aquele lindo e delicioso bolo rei fomos nós que fizemos!

Ingredientes:
800 g de farinha
25 g de fermento de padeiro
200 g de margarina è temperatura ambiente
150 g de açúcar
150 g de frutas cristalizadas + frutos cristalizados para enfeitar
150 g de frutos secas
4 ovos
raspa de 1 limão
raspa de 1 laranja
1 decilitro de rum
1 colher de sobremesa de sal
1 brinde
1 fava
gel de brilho de pastelaria (comprar em casa da especialidade ou nos super-mercados da marca vahine: umas carteirinhas que têm um pó, que misturado com água se transforma neste gel)

Preparação:
Picar as frutas e deixar a macerar com o rum. Dissolver o fermento de padeiro em 1 decilitro de água morna, juntar a 1 chávena de farinha e deixar a levedar em ambiente temperado durante 15 minutos. 
Entretanto bater a margarina, o açúcar, e as raspas de limão e laranja.
Juntar os ovos um a um e a massa de fermento.
Quando tudo estiver bem ligado adicionar o resto da farinha e o sal.
Amassar até ficar elástica e macia.
Misturar as frutas e o rum onde estiveram a macerar.
Moldar a massa numa bola e polvilhar com farinha.
Tapar a massa com um pano, deixando levedar num ambiente temperado durante 2,5 horas
Depois da massa dobrar o volume, colocar sobre um tabuleiro e fazer um buraco no meio (pode ser com o cotovelo).
Com as mãos acabar de moldar a roda, espetar o brinde enrolado em papel vegetal e a fava na massa bolo.
Enfeita-se com as frutas cristalizadas e os frutos frescos. Deixar a massa descansar mais meia hora.
Leva-se a cozer durante ± 40 minutos no forno a 180º.
No fim pincelar com gel de brilho para que o bolo fique ainda mais apetecível!
UM FELIZ NATAL!
Receitas Especiais

Bolo Rei Salgado


Este bolo rei salgado ficou aprovadissimo!  É uma excelente ideia para ter como entrada na mesa de Natal! Recomendo J

Ingredientes:
1 pacote de farinha prepara para brioche de 500gr (ou fazer a massa de brioche)
Pasta de tomate qb
150gr de chourição fatiado
1 lata de cogumelos laminados
¼ de pimento verde
¼ de uma cebola
Azeitonas para decorar o bolo
1 linguiça para decorar o bolo
Oregãos qb
1 gema de ovo

Preparação:
Amassar a massa do brioche seguindo as instruções da embalagem e deixar levedar, eu fiz tudo na máquina de fazer pão.
Picar a cebola e o pimento em cubos muito pequenos.
Espalhar farinha na banca e estender a massa já levedada. Vamos estender a massa com a ajuda do rolo com um formato rectangular longo (± 70cm de comprimento). Com a ajuda de um pincel pincelar ligeiramente a massa com a polpa de tomate.

Dispor na massa o chourição cortado em quadrados, a cebola, o pimento e polvilhar com os oregãos.
Enrolar a massa como se tratasse de um torta, e unir as pontas. Para que seja mais fácil unir as pontas deveremos pincelar as pontas com um pincel húmido. Passar o pincel húmido por toda a superfície do bolo para retirar a farinha. Transferir para um tabuleiro e meter um copo de vidro no centro para que o buraco do bolo não fique tapado.
Decorar o bolo com as azeitonas, rodelas de linguiça e o pimento.
Deixar a levedar ± 30minutos.
Levar ao forno a 200º durante aproximadamente 45 minutos, ou ir fazendo o teste do palito para verificar a cozedura.
Perto do final da cozedura pincelar o bolo com a gema de ovo e voltar a levar ao forno.ais

Tronco de Natal


Já passaram os Santos, agora começa a fase do Natal! Experimentem fazer esta torta ou tronco de natal, é maravilhosa acreditem! Utilizei o tabuleiro do forno de cozinha, convém que seja um tabuleiro grande de modo a que a massa da torta fique fininha. Esta é a receita que utilizo sempre que faço tortas com recheio.
Apesar de parecer uma receita comprida é muito fácil de executar.

Ingredientes:
6 ovos
150gr de açúcar
150gr de farinha

Preparação do bolo:
Bater as gemas com 30gr de açúcar até obter um creme espesso.
Juntar suavemente as claras batidas em castelo com 120gr de açúcar. Adicionar 150gr de farinha cuidadosamente e envolver.
Forrar um tabuleiro com papel vegetal, untado com manteiga e deitar a massa dentro. Alisar a superfície e levar a cozer a 175º, durante cerca de 20 minutos.

Entretanto fazemos o creme para rechear e tapar a torta:

Ingredientes para o creme:
250 g de manteiga
150 g de açúcar
2 gemas
1 clara
1 colher de sopa de café solúvel
125 g de chocolate em barra

Preparação do creme:
Misturar muito bem a manteiga com o açúcar e adicionar as gemas e a clara (batendo bem). Juntar o café dissolvido num pouco de água e bater energicamente até o creme se apresentar novamente homogéneo. Por fim, junte o chocolate derretido em banho-maria. Reservar.

Montagem do Tronco de Natal:
Humedecer um pano de cozinha com um pouco de água. Estender o pano na banca da cozinha e polvilhar com um pouco de açúcar (este processo serve para que o bolo não se cole ao pano quando for desenformado).
Retirar o tabuleiro do forno e virar sobre o pano, deixar arrefecer um pouco e retirar o papel vegetal com cuidado.
Barrar com parte do creme, com ajuda do pano enrolar com cuidado o bolo. Colocar o bolo numa rede e cortar uma ponta com ± 7cm, e aparar a outra para que fique com um acabamento perfeito.
Com ajuda de palito "colar" a ponta cortada em cima da torta para fazer o efeito de um galho cortado. Barrar a torta com o restante chocolate. Com a ajuda de um garfo fazer o efeito da casca do tronco e decorar com cerejas em calda, folhas de azevinho ou outras, ou se conseguir aquelas pinhas minúsculas também ficam muito bonitas neste tronco.
Sirva acompanhada de muito AMOR!

Bacalhau com Polvo à Lagareiro

A junção dos sabores do polvo e do bacalhau é magnífica!

Ingredientes:
4 postas de bacalhau
1Kg de polvo
Azeite
5 dentes de Alho
Pimenta


Preparação:
Cozer o polvo e o bacalhau.
Cobrir o fundo do tabuleiro com azeite e os dentes de alho laminados, levar ao lume no tabuleiro para que o azeite apanhe o sabor do alho (como tenho fogão de indução levei primeiro o azeite e o alho num tacho ao lume) numa ligeira fervura.
Espalhar o bacalhau e o polvo no tabuleiro (uma fila de polvo e outra de bacalhau), temperar com pimenta moída e levar ao forno.
Servir com batatinhas a murro e couve cozida bem regado de azeite do tabuleiro, e se tivermos um pãozinho caseiro a sair do forno para molhar no azeite? Magnifico!

Dicas: 
Para saber se o polvo está no ponto ideal de cozedura, usar uma cebola inteira na cozedura, quando a cebola estiver cozida o polvo também estará.






Rabanadas de Bolo-Rei


Cá por casa reinam os bolos-rei oferecidos pela altura do Natal… E o que fazer com eles? Resolvi então fazer estas “rabanadas” fingidas.

Ingredientes:Bolo-rei fatiado
3 Ovos
1L de Leite
Casca de 1 limão
Açúcar e Canela para polvilhar

Preparação:
Ferver o leite com a casca de limão, deixar arrefecer.
Bater os ovos com um garfo.
Colocar os ovos batidos e o leite em 2 pratos fundos e aquecer o óleo.
Passar as fatias do Bolo pelo leite e depois pelos ovos e levar a fritar, quando começarem a ficar douradas vire para dourar o outro lado.
Retirar do óleo e deixar a escorrer num prato com papel de cozinha.
Polvilhar ainda quente com açúcar misturado com canela, assim o açúcar derreterá e dará um sabor muito gostoso às rabanadas.




Broas de Batata


Nesta zona da Beira-Alta não há noite de consoada ou Natal sem as tradicionais broas, ou como lhes chamamos Broinhas de Batata, mas que são do tamanho de uma broa normal e que é comida em fatias. Deixo aqui a receita caso queiram experimentar:


Ingredientes
2Kg farinha de trigo com fermento
1.5kg de batata
0.5kg de abobora menina
6 Ovos
Canela
Raspa 1 laranja
1Kg Frutos secos
Fermento Royal
Sal
1kg de açúcar
1 Cálice de aguardente

Preparação
Coser a batata e a abobora. Passar a abobora e a batata no passe-vite.
Misturar todos os ingredientes e amassar. Deixar descansar durante 1.5 horas.
Passado o tempo de descanso moldar as broinhas e levar ao forno a 180º durante ±40 minutos.

Estas broinhas duram algumas semanas após a sua confecção.

Bolo-Rei Escangalhado

No ano passado fiz esta receita de bolo-rei escangalhado, e foi aprovadissimo por todos os presentes.
Deixo aqui a receita para quem quiser experimentar, o que é caseiro tem sempre outro sabor!
Este é um bolo no qual é proibido usar frutas cristalizadas, utilizar apenas frutos secos.

Nota: Esta receita dá para 2 belos bolos-rei escangalhados.

Bolo Rei Escangalhado rainha natal

Ingredientes:
Massa para o fermento
250g de farinha de trigo
75g de fermento de padeiro
1,5dl de leite

Preparação da Massa para servir de fermento:
Desfazer o fermento no leite morno juntar à farinha, amasse e deixe levedar por 30 minutos.

Creme pasteleiro
250ml de água

250ml de leite
150g de açúcar
75g de farinha s/fermento
2 gemas
2 ovos
baunilha

Preparação do Creme Pasteleiro:
Juntar a farinha, o açúcar, os ovos e as gemas e mexer bem. Levar ao lume a mistura de leite e água até ferver. Juntar esta mistura à massa e mexer bem com a vara de arames. Levar ao lume e deixar cozer até obter a consistência desejada, mexendo sempre. Transferir o creme para outro recipiente para parar a fervura e não ganhar grumos.
Reserve.

Massa do bolo:
1 cálice de rum
150g de açúcar
150g de margarina amolecida
5 ovos
1kg de farinha de trigo
10g de sal
raspa de 1/2 laranja
aroma de baunilha q.b.
leite qb
Frutos secos a gosto (Nozes picadas, Amêndoas, Pinhões, passas, Maçã laminada)
Doce de Gila / Chila
Ananás em lata
Cereja em calda
Gel de brilho frio – à venda em Pastelarias da especialidade

Preparação da Massa do bolo:

Deixar as passas a macerar no rum.
Bater o açúcar com a margarina até obter um creme esbranquiçado. Adicionar os ovos, depois a farinha com sal, a raspa da laranja e a baunilha, o rum e as passas. Amassar tudo e depois juntar a massa do fermento. Voltar a amassar, ver se necessita juntar leite (caso a massa esteja muito rija). Deixe a levedar – dentro de um alguidar fazer uma bola com a massa, fazer uma cruz na massa e polvilhar com farinha. Tapar com um pano. A massa estará levedada quando a cruz deixar de se ver.
Dividir a massa em duas partes iguais (uma para cada bolo), e esticar a massa em forma de rectângulo com o rolo.
Barrar o rectângulo com creme de pasteleiro e espalhar a maçã e os frutos secos a gosto.
Enrolar como uma torta. Cortar a “torta” dos 2 lados com 3 dedos de largura entre os cortes (cortes desencontrados de um lado e do outro). Estes cortes permitirão que o bolo coza melhor por dentro.

Deixar repousar durante ±30 minutos, para que a massa fique fofa.
Enfeitar com o doce de gila, frutos secos e ao centro uma rodela de ananás com uma cereja em calda no buraco do ananás.
Levar ao forno a 200º, durante aprox. 30 minutos (utilizar um palito para verificar se o bolo está cozido).

Retire do forno e deixe arrefecer. Quando estiver frio, pincelar com o gel de brilho para lhe dar aquele ar lindo e apetitoso!

O que oferecer no Natal?

Este ano, o acordado será: presentes "comprados", apenas para os miúdos. E com a actual situação do país teremos que inovar nas prendas de Natal. Este ano irei oferecer licores ou compotas a toda a gente!

Receitas de alguns licores:
Bailey's
Limoncello
Licor de café


Algumas ideias de apresentação:




Receitas de compotas:
Doce de cenoura e pera
Geleia de marmelo
Doce de pera e lima
Compota de Maçã com Sultanas, Cranberries e Canela
Peras em Calda
Cerejas em Calda
Compota de Frutos Vermelhos


Algumas ideias de apresentação: